Saudades Do Que Nunca Foi Meu.

Hoje é quase uma data irónica para escrever sobre este assunto. No dia de São Valentim os casais demonstram todo o seu amor ao Mundo: nas redes sociais. Nos outros dias até podem discutir, ser infiéis… Mas neste dia todas as relações são perfeitas. Para quê? Vale mesmo a pena viverem “amores” de fachada só para não acordarem e terem que enfrentar um dia sozinhos?
 Juro que não consigo entender estes pensamentos fúteis que cada vez estão mais presentes à minha volta. Se bem te lembras connosco não era assim. Nunca precisamos de mostrar nada a ninguém. O que tínhamos era nosso, só nosso. Não era preciso demonstrações de carinho, flores ou prendas caras. Bastava o teu carro. Passávamos horas a jogar conversa fora, a olhar as estrelas e a fazer amor, ali mesmo, no teu carro. Noites inteiras fora de casa, incontatáveis, fora do Mundo. O tempo congelava e éramos só nós, nada mais importava. Esquecia todos os problemas na faculdade e tu fugias do que se passava em casa.  Por horas era tudo perfeito. Depois estacionavas o carro em frente da minha casa e voltávamos a ser só amigos, não eram precisos abraços nem beijos de despedida porque na realidade sabíamos que nunca nos iríamos despedir. Quando saia do teu carro e abria o portão de casa a voltava à realidade. Ficava meses sem saber nada de ti e tu perdias o meu rasto, porque as redes sociais não era bem-vindas na nossa relação. Ter o teu número chegava perfeitamente e tu acabavas sempre por ligar mais tarde ou mais cedo para “pormos a conversa em dia” e tudo se repetia. Não, não achem que esta é uma história de amor. Não está nem perto disso. Nunca quis ser dele, nunca quis que ele me pedisse em namoro ou que me apresentasse aos amigos, nunca. A verdade é que aquelas noites me chegavam, este tipo de amizade chegava, mesmo que não houvesse outro homem na minha vida, eu não precisava de mais ninguém, porque ele é o homem da minha vida. Mesmo sem nunca te ter, mesmo que ambos saibamos que não temos um compromisso, mesmo que eu saiba que passas horas com outras mulheres, é para mim que tu voltas. E é para ti que eu quero sempre voltar. Como tu mesmo disseste já passamos a fase das formalidades, agora é tudo demasiado natural. Sem cobranças. Sem rancor. Mas com saudade. Saudades daquilo que tenho tido nestes últimos anos, que nunca foi verdadeiramente meu, que nunca foi de mais ninguém, mas com quem valeu a pena estar cada segundo. Porque o que nós temos é real, é sentido, não é passageiro. Porque o tempo passa e nós ficamos, porque o tempo voa quando estamos juntos, mas nós ficamos paralisados no tempo enquanto os nossos corpos se tocam. Nunca vai ser um adeus para sempre, é só um até à próxima. E há sempre uma próxima.


Share:

14 comentários

  1. Gostei muito querida, tens geito!!!
    xoxo ❤❤

    ResponderEliminar
  2. Que texto tão lindo, gostei muito!
    Apesar de não concordar inteiramente com a primeira parte. Não se pode generalizar dizendo que todos os casais usam as redes sociais no dia de S.Valentim para demonstrar o seu amor e que nos restantes dias têm relações terríveis. Nem todos são assim.
    Tirando isso, gostei. Está bem escrito :)
    Kisses,
    Messy Hair, Don't Care

    ResponderEliminar
  3. Eu e o meu namorado, já vamos a caminhos do 7 anos de namoro, já vivemos juntos, e não precisamos de estar no facebook a deixar recados de amor, quando pudemos dizer tudo o que sentimos, um ao outro, sem mais ninguém.
    Isso de mostrar a toda a gente os presentes, e o amor que sentimos, para mim são futilidades :)

    Beijinho,
    http://bloguerosapt.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Que lindo texto Vera! Gostei muito de conhecer o teu blogue e estou seguindo no GFC! Beijocas
    http://cocojeans.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  5. Para mim é só mais um dia. E não fiz nenhuma declaração pública numa rede social onde as pessoas só se querem mostrar, em que por vezes na realidade é tudo menos um conto de fadas.
    Acho que todos os dias são dias para demonstrarmos o amor que sentimos, nós fomos ao cinema.. é uma das paixões que tanto partilhamos e foi só isso. Surpresas tem de ser fora de época para serem mais sentidas.
    Adorei o texto da Vera! Revejo-me em alguns pontos. "Nós" começamos por jogar conversa fora e agora olha, aqui estamos, a viver um dia de cada vez, um com o outro.

    Adoro o blog Joana! É dos poucos que diariamente visito sem falta :p
    Gostei da ideia da música de fundo.
    Beijinho,
    Rita,
    itsallritasfault.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Lindo texto. Gosto mesmo é desse "tipo" de relacionamento, sem muitas definições e padrões. 100% alma e coração!
    Blog Riscoculto

    ResponderEliminar
  7. Que texto bem bonito e profundo. Não sei porquê, mas consegui relacionar-me um pouco com esta história. Para mim, ou para nós, é outro dia normal, mas que gostamos de passar juntos, nem que seja um café. Não publicamos nada nas redes sociais, porque já faço isso noutros dias na página dele visto que ele emigrou e eu fiquei.
    Muito lindo esse texto <3

    ~ Carla'C

    Coisinhas da Carla'C
    Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  8. Os grandes amores não precisam de publicidade, são fortes por si só =)

    ResponderEliminar
  9. Gostei do teu espaço!
    boa semana :)

    http://trapeziovermelho.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  10. Eu e o meu namorado começamos como amigos com benefícios, eramos um do outro desde a primeira vez que saimos. Depois de 3 meses a sair sempre, que podiamos, juntos ele acabou por me pedir em namoro às 3h da manhã. desde então estamos juntos à poucos meses mas, juntos.
    Tem sempre consciencia do que fazes e certeza que estás bem contigo mesma e feliz. (não sou ninguém para estar a dizer isso mas, já vivi uma situação parecida)

    ResponderEliminar
  11. Gostei muito ;) Parabéns à Vera, e a ti Joana pela iniciativa sabes que adoro :)
    beijinhos *

    http://gestoolharesorriso.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar